31/05/2010

Hoje eu acordei cedo e logo liguei o pc para ouvir músicas selecionadas. Músicas 'nossas', que eu vou lembrar sempre de nós dois quando ouvir. Ontem eu não estava muito bem, passei o fim de semana todo em casa, triste. Melhorei ao ouvir a voz dele, ao passar horas pendurada no msn. Cada minuto que tenho com ele é um minuto que eu prezo, parafraseando Tyler, que esteve no Brasil neste fim de semana e eu nem vi.

Ele vai embora. Vai seguir a vida dele, precisa seguir. Precisa ver a família, continuar estudando, respirar novos ares. Eu entendo, mas me dói. Me dói ao saber que a distância entre nós aumentará de 398 para 2.208 quilômetros. Que não vou vê-lo uma vez por mês, quem sabe uma por ano. Que durante um ano muita coisa acontece.

Já chorei, já passei noites acordada, já tentei imaginar como vai ser. O meu discurso de 'vamos aproveitar todo o tempo que a gente tem' me pareceu insuficiente no começo, mas é assim que o barco vai. Quero ter boas lembranças, viver tudo o que puder ao lado dele, que me faz tão feliz. O nosso destino será como Deus quiser.

Eu e ele, dia 24/05.

5 comentários:

Menina Nina disse...

Nossa, deve ser muito difícil isso!!! Que o amor vença as dificuldades!

Déia disse...

Ui...dói só em pensar!!

Que vcs tenham força para enfrentar a distância, e consigam achar meios para dar certo!

bj

Karen disse...

Ai, Paaaaaaaaaaaaty.

Que coisa, amiga. QUE COISA!
Eu imagino todos os sentimentos e pensamentos que devem estar passando pelo seu coraçãozinho. Se pra mim, 398 é MUITO, é demais... Imagine... pff. Poxa vida!

Mas ó, a vida sabe o que faz. Calma, calma. Tudo vai ser, como tem de ser. Acredite no destino! ;)

To aqui se precisar, viu?

Beijos, te adoro. =*

Déia disse...

Oiii
vim ver como vc está!
bjs

Mari Bonás disse...

Oi!
Lindo o seu blog!
Visite o meu e palpite por favor!

beijinhos :)

Quantos?