21/08/2009

Será você menos violento do que eu?

(...) Sou violento quando pretendo ter razão; sou violento quando minha razão é defendida a qualquer preço. Sou violento quando uso a ofensa, o escárnio, a ironia, a humilhação, a classe social, a inteligência mais desenvolvida na tentativa de ver vitoriosa a minha verdade. Sou violento quando concluo que fulano não tem mais jeito. Sou violento quando só julgo o próximo. Sou violento no ar refrigerado, na direção do carro, no tempo que dou ao sistema, no me sentir forte porque tantos dependem de mim, na última moda. Sou violento quando esmago, descompreendo, despercebo, uso o sabonete que quero, calo o protesto por parecer inútil, repito atos de outros, falo de cima, sei me impor (bastaria saber me pôr. Para que me impor?), digo ou penso que “o mundo é dos espertos”, que “levo vantagem em tudo”. Sou violento quando ergo muros de defesas, não tenho tempo para os fracos. Sou violento quando sigo esse tal de “melhor caminho” sem considerar para onde ele conduz, apenas porque todos os seguem, ou porque me ensinaram a assim ser, a bem me defender, sem me perguntar se é o meu caminho ou se é o caminho que o sistema me fez supor ser o meu. Sou violento quando reclamo supondo ajudar. Sou violento quando não aceito a discordância, a visão diferente. Sou violento todas as vezes que suponho ser tudo isso apenas defeitos dos demais, nunca a minha condição humana menor, atritada, difícil e egoísta, quando sou apenas uma pobre areia cósmica cheia de vaidades, defesas, ambições, necessidades.
Texto adaptado de Artur da Távola (Cada um no meu lugar).

9 comentários:

Laah... disse...

rapaz.. se for desse jeito.. acho< que num sou mas q vc no... to ni mesmo nivel de agressividade... kkk

Chris disse...

to aki de novo, pra dizer q tem selos no meu blog pra vc.

Camila disse...

sou violenta quando não tem mais pra onde jogar minha raiva aí da vontade d ebater em todo mundo hahahahahah

Menina to devendo um meme e um selo caramba!!!!!
Vou procurar eles aqui no seu blog...

Ariana disse...

Ixi seu eu for me comparar com o seu texto, sou mto mais violenta que você viu! rsrs

Adoreii

beijo

A n i n h a a disse...

Todos nós acabamos sendo violentos quando a circunstância aponta para nós.
Isso se chama auto preservação. Alguns (como eu) têm em excesso.

Beiijos!

Menina Nina disse...

Sendo assim, eu sou bastante violenta no meus dias...

me assustei!

Priz disse...

É uma violencia sem tamanho hein! Sou violenta nesses modos também!Uma ótima semana, beijo

Tamara disse...

Putz... eu sou violenta em maneiras bem parecidas que tu. e em outras bastante diferentes tb!

Maldito disse...

Artur da Tavola era tio do meu padastro,...eu odiava ter que visita-lo no natal quando era criança,..
inte!

Quantos?